sexta-feira, 22 de julho de 2011

Antes das 9

Ela acordava sempre com vontade de matar alguém.
Antes de realmente acordar, coisa que se dava lá pelas 9 da manhã, ela sentia-se capaz de vencer onde Napoleão e Hitler tinham falhado; conquistar toda a europa.
Seu filho já sabia e pouco falava com sua mãe a caminho da escola. Ele tinha medo que ela lembrasse de alguma travessura e rezolvesse dar o castigo tardio. Saber calar é tão bom quanto saber falar.
Para resolver tudo, ela saía com o fone de ouvido e no mp3 apenas uma seleção especial de músicas. Uma vez, quando sem querer uma música apareceu sem que ela tivesse escolhido, vixi, o pequeno aparelho foi ao chão. Agora até o eletrônico sabe o que é melhor pra ele.
Então, magicamente às 9 horas surge a mais doce e gentil das atendentes, a maior vendedora da loja. E aos domingos tudo que o filho e o marido precisam fazer, é muito silêncio antes das 9.

Nenhum comentário:

Postar um comentário