terça-feira, 9 de agosto de 2011

I wish you could see how beautiful I was today

Ela nunca tinha se achado bonita, era gordinha e desajeitada. Passava muito longe daquele padrão cinematográfico que tanto admirava. Às vezes ela sentia que continuava vendo filmes apenas para se martirizar ainda mais.

Mas então algo mudou naquele mês que passou, alguém olhou para ela. Era o rapaz que fazia os sucos na lanchonete que ela sempre ia. Será que estava delirando? Será que ele nunca olhou de verdade para ela e tudo era apenas uma grande bobagem? Sabe, coisa de receber bem na lanchonete, profissionalismo e cortesia.

Ela teve muito medo durante muito tempo de estar enganada e se iludindo, por isso nada falava. Mas ia todos os dias no mesmo lugar.

Mas aquele dia seria diferente. Ela faria tudo diferente.

Então, ao acordar, se encheu de força e confiança. Escolheu uma roupa que favorecia seu corpo, usou aquela maquiagem que sempre pensou em fazer quando decidisse ser sexy. Era isso, era aquele dia. Ela diria mais que "oi", o convidaria para sair, trocaria telefone.

Saiu sorrindo e caminhou firme até a lanchonete.

Quando lá chegou não o viu.

Sentou, esperou.

Ele não estava lá.

Uma garçonete parou em sua mesa:

- Como posso te ajudar?

- O João, não veio hoje?

- Ah não não, ele ficou doente. Mas amanhã acho que ele tá aqui. Uma gripe de nada, sabe como é?

Tudo foi por água abaixo.

Ela pediu seu suco de sempre e foi pra casa.

Então se perguntou se ela teria coragem um outro dia e quase se disse que não, para logo se dizer sim, depois não novamente e acabar decidindo que amanhã era outro dia.

Apenas teve ânimo para twittar uma coisa naquele dia: "I wish you could see how beautiful I was today".

Nenhum comentário:

Postar um comentário